sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Perdoar o irmão

"Perdoar o irmão significa se reconciliar comigo mesmo. Perdoar não é esquecer, pois isso não seria humano. Quando somos feridos, lembramo-nos do ocorrido, e o perdão só acontece quando me reconcilio com a situação vivida.
Quantas vezes ouvimos pessoas à nossa volta dizerem: "Eu quero perdoar, mas não consigo"? Temos de compreender que o perdão não é um simples ato, mas um processo, e se não entramos neste processo, enganamo-nos a nós mesmos.

Será que precisamos perdoar somente àquelas pessoas que temos como inimigas? Não! Temos de perdoar a todos, pois a convivência gera situações difíceis, nas quais ofendemos ou até mesmo magoamos àqueles a quem amamos.

Precisamos perdoar, mas sabendo que este ato não significa colocar "debaixo do tapete" as verdades que existem em nosso coração. Constantemente, estamos avaliando e decidindo coisas e situações em nossa vida. Para perdoar, precisamos ter motivação para fazê-lo, pois, do contrário, apenas nos enganamos. A falta de perdão é um mal que gera conseqüências primeiramente em nós mesmos.

Tenho de perdoar, porque, antes de tudo, o perdão é um ato de justiça a Deus. Tenho de perdoar, porque sou e me sinto amado. E isso exige que eu morra para minhas vontades, para nascer para Cristo.

É preciso fundamentar minha decisão de perdoar, caso contrário, não conseguirei conceder o perdão. O que alimenta minha caminhada é essa decisão sincera. Tenho de perdoar, porque não quero morrer nem me afastar da graça do Senhor.

Temos uma história, temos traumas. Temos verdades em nossa história que são alcançadas pela misericórdia de Deus. Só conseguimos perdoar quando unimos nosso coração ao do Senhor. É preciso superar e viver a humildade e os princípios do Evangelho.

Você sabe o que precisa para perdoar?

Eis os passos:

-Decidir-se;

-Entender;

-Unir-se a Deus;

-Superar.

Pegue a primeira letra de cada um destes passos e você saberá de quem você realmente precisa: D-E-U-S.

Permita-se viver a dor, pois quanto maior ela for, maior será também seu esforço e, conseqüentemente, maior ainda a graça de Deus em sua vida.

Dê a Deus o seu coração machucado e ferido, pois Ele une sua dor ao coração d'Ele e n’Ele é possível dar passos.”

3 comentários:

Eu, eu mesma e Irene disse...

Olá, enquanto o sono não vem, eu venho ver você, digo, ler seus ricos post.
Acredito que o perdão seja a mais
difícil lição que precisamos aprender aqui. A mais preciosa lição deixada pelo Grande Mestre. Eu tenho certeza que a verdadeira liberdade encontramos no ato de perdoar.SOMOS NÓS os maiores ganhadores quando temos a coragem de perdoar.
Sou feliz por não ter resistência quanto a perdoar.Não fosse assim eu já teria me "danado" toda!!!
Já temos pecados demais pra carregar (risos)!
FIQUE COM DEUS, tá?!

Anônimo disse...

eu nao sei perdoar .pode me esplicar???????????

Anônimo disse...

nao sei perdoar pode me esplicar????????