segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Mágoa profunda



Não quero que me toque
Afasta-te de mim

A mágoa
Ainda está muito presente
Em meu peito

As palavras que dissestes,
Num rompante de furor,
Deixaram marcas profundas
Em meu coração

Eu não as merecia.
Não mesmo.

Sempre estive ao teu lado
Nos momentos mais difíceis
De tua vida

Abdiquei do meu prazer
Para poder dá-lo a você
E o que ganhei em troca?
Tuas palavras de escárnio
E de repúdio

Vai-te!
Desapareça de minha frente

Pode ser que o tempo
Venha amenizar esta raiva
Que sinto por dentro
Mas tenho certeza
Que isto não acontecerá agora.
(Cleide Jean)

Um comentário:

Polêmica disse...

As palavras podem doer mais que pancadas. Eu já falei palavras duras para algumas pessoas mas, me arrependo por isso, devemos pensar antes de falar qualquer coisa principalmente quando estamos nervosos!


Beijinhos!