sábado, 10 de dezembro de 2011

Companheirismo (Elisabeth Salgado)



Companheirismo, qualidade difícil de se encontrar numa época em que o individualismo predomina. Acho que o mundo moderno desaprendeu o “estar com alguém” e, em seu lugar, exerce uma busca de independência na relação, para mascarar a forte necessidade de vencer a solidão...
Saber ser companheiro de alguém é uma arte que se baseia na maturidade conseguida. Maturidade que permite que se esteja junto, sem querer dominar ou ter um poder sobre o outro, que nos possibilita ser diferente de alguém e, apesar disso, aceitar e respeitar essa diferença.
Ser companheiro é saber ouvir e saber falar, é ficar disponível sem se anular, é compreender o que o outro sente para poder compartilhar a vida.
Ser companheiro é ter a coragem de abrir o coração e oferecer momentos, para que o outro me conheça e sinta confiança em se deixar conhecer também por mim.
Ser companheiro é dar as mãos sem aprisionar, ser companheiro tem muito de doação e de flexibilidade. Como outras coisas na vida, a dualidade aqui também se faz presente: o companheirismo nasce e se desenvolve na relação, se alimenta dela e da crença de que somente convivendo é que me tornarei, antes de tudo, companheiro de mim mesmo.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011




Caminhos para o equilíbrio (Dr. César Vasconcelos de Souza)



“No Senhor me refugio: como dizeis, pois, à minha alma: Foge, como pássaro, para o teu monte?” Salmo 11:1.



O Salmista fala de seu conflito emocional. Um “lado” de sua mente confia no Senhor, e o outro o convida a fugir para a montanha. Um diz: fica e confia. O outro diz: foge.
Não são assim nossos conflitos?O que é conflito emocional?
É quando pensamentos e sentimentos negativos estão em nossa mente freqüentemente, ameaçando nossa segurança interna, nosso equilíbrio mental, nossa capacidade de se relacionar com as pessoas a nossa volta – como a depressão, fobia, alcoolismo, dependência química, transtorno obsessivo-compulsivo, síndrome do pânico, entre outros. Ocorre quando as perdas emocionais são muito dolorosas.
O descontrole emocional ocorre mais em pessoas bem sensíveis, que sofrem mais abalos emocionais diante de certos eventos. Vieram de famílias disfuncionais, problemáticas, onde houve abusos quando crianças:a) Abuso físico – tapa, beliscão, puxar o cabelo, bater a cabeça dela em algum lugar. A criança sente a dor física e a vergonha dos pais. Passa a sentir que seu corpo não merece ser respeitado, que não tem o direito de se libertar de contatos dolorosos.
b) Abuso sexual – se houve contato sexual por um membro da família, é incesto; se com alguém de fora, diz-se que ela foi sexualmente molestada. Uma criança nunca é parte responsável num abuso sexual praticado nela. O adulto é que está fora do controle.
c) Abuso emocional – o mais comum. Ocorre pelo abuso verbal (gritos, sarcasmo, palavrões, ridicularização, apelidos pejorativos), abuso social (impedir a criança de ter contatos sociais: “Você não pode receber seus amigos”, “desconfie dos estranhos”, fique apenas conosco”), negligência e abandono (falta de carinho físico, de tempo dedicado à criança, de orientação, de informação sexual).
d) Abuso intelectual – ao se atacar ou ridicularizar o pensamento da criança, não permitindo pensar por si própria, não lhe dando apoio quando seu pensamento difere do dos pais. Ocorre com pais rígidos, que não deixam espaço para as idéias dos filhos.
e) Abuso espiritual – quando os pais tomam o lugar de Deus, ou são viciados em religião, exagerados em coisas religiosas, assustando as crianças por gerar nelas medo de Deus castigar, e quando há abuso físico, sexual ou emocional praticado por oficial da igreja.Para readquirir o controle emocional é importante:
1. Cuidar do físico – exercício, alimentação, respiração, água, sol, descanso, laser, cuidar da aparência;
2. Perceber o descontrole emocional;
3. Responsabilizar-se por buscar caminhos para a cura sem ficar culpando os outros, a Deus ou a si mesmo;
4. Receber apoio emocional (Fil. 4:13 e 14 especialmente o verso 14); verbalizar seus sentimentos, preocupações e defeitos com pessoa confiável – que é a que guarda as confidências, tem consideração positiva (vê o que há de bom na pessoa), tem empatia (importa-se com o sofrimento da pessoa), não julga e não se envolve emocional e sexualmente com a pessoa;
5. Viver um dia de cada vez, recebendo a graça ou energia divina que é dada para cada dia. Ter alvos para o dia; faça uma coisa que não tenha vontade de fazer, faça crendo que Deus está no controle; leia algo proveitoso; não murmure contra ninguém; faça algo somente para você;
6. Confia no Senhor. Pense: fé não é sentimento. Os sentimentos mudam, a fé permanece.Nossa luta não é somente uma questão relacionada com problemas psicológicos no relacionamento humano. É também entre o ser humano e as “potestades do mal nos lugares celestiais”. A guerra espiritual é real. Os inimigos espirituais procuram produzir doenças, conflitos, dor emocional em nós.Por isso, cuidado com os sinais que o demônio envia:
a) Dentro de você: pensamentos de desânimo, desesperança, crítica, julgamento, impulsos, lembranças ou recordações;
b) Fora de você: familiar que o perturba, imagens (TV, revistas...) música.Perdoe quem o feriu ou continua ferindo, colocando sua confiança em Deus, não na pessoa. Não se prenda a métodos humanos convencionais de busca espiritual. O Senhor mesmo o ensinará e guiará (Isaías 28:26 e 30:21), e indicará quem pode ajudá-lo humanamente, se for o caso.
Lembre-se: a cura – ou salvação – é um processo. Leva tempo. Podem ocorrer recaídas. Mas levante-se, siga a Jesus novamente. Sempre.
“A rede Globo fez uma pesquisa sobre mulheres e foi observado que:• 74”% das mulheres tem problemas cardíacos,
• 28% das mulheres cozinheiras fumam mais,
• as idosas são as campeãs em colesterol,
• 70% das médicas são estressadas.
“A expressão que uma mulher usa em seu rosto é mais importante que as roupas que veste”

(Dale Carnegle)

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Mãe

Mãe
Não só hoje, mas todos os dias,penso em ti com meu carinho.
Ao ver-me forte cheia de vida,devo a ti que me guiaste,deu-me a vida,
ensinou-me a vivê-la,dos problemas resolvê-los,dos medos me deste as mãos, fazendo calmo meu coração.

Muitas vezes não só Mãe foste pra mim,pai, amigo, irmão, companheira das brincadeiras.

Sempre davas um jeitinho de poder me acompanhar.

Segurou as minhas mãos,me mostrando o caminho a seguir.Hoje sei como sofreste,quando enfim soltou-me as mãos, para que eu seguisse em frente.
Hoje rezo pedindo a Deus muito amor ai no céu para você mãezinha amada...

Texto escrito por uma filha com muitas saudades de sua Mãe.

sábado, 17 de setembro de 2011

SERENATA DO AMIGO

Neste dia tão especial ...
Quando paro para refletir...
Sinto que há muitas pessoas...
Que, sem estarem ao meu lado, me acompanham sempre...
Outras as quem amo, vivem imersas assim como eu, na rotina diária
...Todas que têm me ajudado a ser Eu...
…aquelas que me querem bem, e me guardam em seus pensamentos...
Minha família, meus amigos, meus companheiros de batalhas…
…aquelas que comigo se alegram, e as que sofrem minhas penas...
…as que tenho ao meu favor e aquelas que sempre me apoiam...
…aquelas que me amparam quando enfraqueço...
…aquelas as quem amo sem que saibam...
…aquelas que me amam, e eu não sei…
sinto por tão perto, embora à quilômetros de distância...
…aquelas que as tenho por perto, e não lhes dedico o tempo que merecem...
...à todas que fazem que minha vida realmente faça sentido...
…à todas, quero dedicar estes pensamentos...
E a ti, que é uma destas pessoas...
…quero que a vida te sorria, e que a felicidade te acompanhe sempre...
Que sejas feliz e que a paz reine em seu coração...
E cada novo dia seja um novo renascer
E... se acreditas em Jesus Cristo, creia Nele firmemente
Porque mesmo que não notes, Ele estará sempre contigo!

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Para refletir

"Se todos os seus esforços forem vistos com indiferença, não desanime, pois o sol ao nascer dá um espetáculo todo especial e no entanto a maioria da platéia continua dormindo."

"O sábio não se exibe e por isso brilha. Ele não se faz notar e por isso é notado. E porque não está competindo, ninguém no mundo pode competir com ele."

"Aquele que conhece os outros é sábio. Aquele que conhece a si mesmo é iluminado. Aquele que vence a si mesmo é poderoso. Aquele que conhece a a alegria é rico. Aquele que conserva seu caminho tem vontade."

"Seja humilde e permanecerás íntegro. Curva-te e permanecerás ereto. Esvazia-te, e permanecerás repleto. Gasta-te e permanecerás novo."

"Que o teu objetivo seja tua ação, nunca a recompensa dela."

"Penso às vezes, que o principal obstáculo à empatia é nossa crença onisciente de que todos são como nós."

"O único meio seguro de não crescer é pedir e conseguir carona na mente e na vontade da outra pessoa."

"É mais importante ser sincero e objetivo do que falar coisas bonitas."

"É importante celebrar vitórias, nem que sejam consideradas pequenas. A celebração é importante para a moral de um grupo de trabalho."

"O seu sucesso e o sucesso do outro são interdependentes."

"Não basta apenas soerguer os fracos; devemos ampará-los depois."

"É comum perder-se o bom por querer o melhor."

"Deveras bom é o homem raro que nunca censura as pessoas pelos males que lhes acontece. (Shakespeare)"

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

É difícil fazer alguém feliz,
assim como é fácil fazer triste.
É difícil dizer eu te amo,
assim como é fácil não dizer nada.
É difícil valorizar um amor,
assim como é fácil perdê-lo para sempre.
É difícil agradecer pelo dia de hoje,
assim como é fácil viver mais um dia.
É difícil enxergar o que a vida traz de bom,
assim como é fácil fechar os olhos e atravessar a rua.
É difícil se convencer de que se é feliz.
assim como é fácil achar que sempre falta algo.
É difícil fazer alguém sorrir,
assim como é fácil fazer chorar.
É difícil colocar-se no lugar de alguém,
assim como é fácil olhar para o próprio umbigo.
Se você errou, peça desculpas...
É difícil pedir perdão?
Mas quem disse que é fácil ser perdoado?
Se alguém errou com você, perdoa-o...
É difícil perdoar?
Mas quem disse que é fácil se arrepender?
Se você sente algo, diga...
É difícil se abrir?
Mas quem disse que é fácil encontrar alguém que queira escutar?
Se alguém reclama de você, ouça...
É difícil ouvir certas coisas?
Mas quem disse que é fácil ouvir você?
Se alguém te ama, ame-o...
É difícil entregar-se?
Mas quem disse que é fácil ser feliz?
Nem tudo é fácil na vida.
Mas com certeza nada é impossível...
Precisamos acreditar, ter fé e lutar para que não apenas sonhemos,
Mas também tornemos todos esses desejos,
REALIDADE!!!
Cecília Meirelles

domingo, 4 de setembro de 2011

Satisfação




Coloque prazer em tudo que fizer, energia, satisfação, e desfrute de toda essa cpacidade que tem dentro de você, não deixe que nada negativo tire isso de você.
Autor: (Nanci Lapolli Garcia)

Não deixe que o passado tome o poder de sua mente, renove sua vida, de a ela uma nova luz, abra seu coração e deixe que que as novas experiências flua dentro de você.
Autor: (Nanci Lapolli Garcia)

"Não esqueça que uma boa parte de nossa vida é "empurrada" pelos nossos sonhos pessoais.
Alguém já disse que "você está ficando velho quando seus arrependimentos são maiores que seus sonhos." Portanto, tenha certeza de que sonhar é uma necessidade permanente e que independente de idade ou etapa da vida."
Autor: (Bernhoeft, Renato)

Nunca duvide de você, procure acordar sorrindo por mais que esteja triste, acredite se você continuar triste e infeliz, jamais vai conseguir resolver sua vida, não é lamentando e e achando que tudo está perdido que vamos nos livrar dos problemas.
Autor: (Nanci Lapolli Garcia)

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Sob Pressão

Pressão deve vir de dentro, para depois ser transformada num sentimento de empolgação e exuberância. Pat Riley

Todos os dias você pode estar sob a ameaça de variadas formas de pressão - pressão para agradar seus pais, sua família, seus amigos; ou pressão para de uma forma passiva se submeter às regras de um determinado grupo, comissão ou empresa.
Considere, por exemplo, quanta influência você permite - em apenas um dia – que outras pessoas exerçam sobre seus pensamentos e seu comportamento.


Você está temeroso de que as pessoas não gostem de você, ou desaprovem suas atitudes ou comportamento?Você se veste para impressionar outras pessoas?

Você tem dificuldades em expressar sua opinião, quando ela difere da opinião dos outros? Sucumbir às pressões alheias significa curvar-se à opinião de outros, anulando as próprias convicções.
A próxima vez em que você se encontrar diante do dilema de fazer o que os outros desejam que você faça, em lugar de permanecer firme naquilo em que você acredita, e está convencido de ser a verdade, diga a você mesmo:

Eu sou amado de Deus, e tenho um valor muito especial diante de seus olhos; a minha auto-estima, portanto, não depende da aprovação das outras pessoas.
Ao trazer à mente essa preciosa realidade, você irá perceber que lidar com pressões assumirá uma nova e encorajadora postura. .
Nélio DaSilva

Para Meditação:
O Senhor teu Deus está no meio de ti, poderoso para salvar-te; ele se deleitará em ti com alegria; renovar-te-á no seu amor, regozijar-se-á em ti com júbilo. Sofonias 3:17

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Dá para perdoar ...




A traição não é prática exclusiva dos casais modernos, homens e mulheres sempre estiveram sujeitos ao adultério, mas será que o namoro moderno pode sobreviver a traição??

Sabe-se que a traição é uma das principais causas do fim do namoro, a traição por parte do sexo masculino sempre foi mais tolerada pela nossa sociedade, o que pode ser explicado pela dominação exercida pelo homem em todo contexto social até a bem pouco tempo. Nos últimos anos com o advento da emancipação feminina as mulheres passaram a cobrar igualdade de tratamento, embora a sociedade de um modo geral ainda continue a tolerar com mais naturalidade a traição por parte do homem.

É difícil determinar com precisão a razão pela qual alguém trai, porém as mais comuns são: curiosidade, orgulho, auto-afirmação, problemas/dificuldades no relacionamento atual, carências, insatisfação em relação a desejos e expectativas com o(a) parceiro(a), vingança, busca pelo novo e estímulo provocado pela sensação de perigo, ou mesmo de poder.

O namoro pressupõe confiança e respeito entre duas pessoas, trair significa uma quebra de confiança e pressupõe que o respeito existente entre ambos foi seriamente abalado. Perdoar o companheiro traidor é uma das tarefas mais difíceis para quem ama e leva o relacionamento a sério, além dos fatores acima a pressão da família e da sociedade são outros dificultadores importantes para que a pessoa traída se sinta constrangida a perdoar seu companheiro.

Não existe uma receita para que alguém não seja traído ou caso seja também não existe um guia para encontrar a melhor solução para o superar o problema. Algumas recomendações que se pode fazer dizem respeito a reflexão sobre o próprio namoro e como os dois estão envolvidos. Um namoro monótono sem emoção está mais propenso a este tipo de comportamento por parte de um dos parceiros.

Perdoar a traição no namoro depende em muito das circunstancias em que o fato é revelado. Se ocorrer em sigilo a confissão espontânea do erro simultaneamente a uma demonstração convincente de arrependimento por parte do traidor as chances de que possa haver o perdão e a superação sem maiores traumas é maior. Outro fator que pode atenuar o problema é o tempo decorrido, dizem que o tempo é remédio para todos os males, e não seria diferente com a infidelidade, assim é mais provável que um deslize ocorrido no namoro há muito tempo tenha mais chances de ser perdoado do que aquele ocorrido no mês passado.

Embora não seja tarefa fácil muito recentemente tivemos um caso clássico de infidelidade no relacionamento envolvendo o casal mais poderoso do mundo, o perdão foi o que jura ter feito a ex-primeira dama e traída, Hilllary Clinton, em seu livro de memórias ‘Vivendo a História’, lançado no Brasil pela Editora Globo. Nele, Hillary conta que perdoou o marido Bill Clinton e o pivô do escândalo, Mônica Lewinsky, para seguir sua vida conjugal e profissional em paz.

Muitos, no entanto não acreditam em perdão da traição em namoro, o que argumentam é que aqueles que dizem perdoar o fazem porque enxergam na preservação do relacionamento interesses que se sobrepõem aos sentimentos,como uma opção mais conveniente para o momento.

Procurar culpados fora do namoro não é a melhor solução e está longe de ser causa do comportamento infiel. Muitos casais se esquecem de encarar a realidade de seus relacionamentos que se arrastam e procuram culpados fora deles, retirando de si a responsabilidade de tomar uma decisão e ao mesmo tempo dando uma satisfação a sociedade do seu comportamento

Fato é que alguns conseguem conviver bem com o companheiro mesmo depois de uma traição e outros não. Independente do ponto de vista que você tenha com relação ao perdão da traição é necessário que haja bastante convicção em sua atitude, uma vez que a infidelidade no namoro força a uma decisão madura e sincera, afinal de contas é você e não sua família nem tampouco a sociedade que terá de suportar as conseqüências da dessa decisão.
fonte:www.dicafeminina.com

sábado, 6 de agosto de 2011

Tenha Esperança

Porque enquanto houver a esperança, nenhum sonho está perdido! Você faz ideia de como a sua vida está mudada? Você tem consciência que vive um momento rico, importante e intenso? É porque na verdade, estamos presenciando um momento de transformação em todos os campos, principalmente no campo da informação?

E o ritmo de mudança em nossa vida tem sido muito acelerado.
Estamos avançando velozmente para uma nova era de percepção e consciência e não nos damos conta disso.

Nada tem ficado fora dessa transformação.

Ninguém sabe que irá acontecer de um dia para outro.

Como é que você está reagindo a estes tempos de mudanças cada vez mais rápidas?

Está se agarrando ao passado, ou acompanhando o fluxo das mudanças? Onde estão depositadas suas esperanças?

E apesar de todos os desencontros, de todos os obstáculos, das dificuldades...

Apesar das portas fechadas, e que as vezes estão aparentemente fechadas, ainda sim é preciso manter a esperança que vive em você!

A esperança que amanhece com você e percorre o dia todo e se fortalece com as horas.

E quando estiver com os pensamentos confusos e com as idéias não muito claras, não desista!

Quando seu caminho estiver tortuoso e sentir que suas chances estão diminuídas, lembre- se da esperança que deve ter sempre.

Afinal, esperança é a certeza de que algo de bom vai acontecer, certo? É a confiança que tudo vai dar certo! Lembre-se sempre que a esperança move a sua vida, faz você andar pra frente, faz você se sentir gente!

E gente importante!

Por isso que é bom perguntar todos os dias quais são seus projetos de vida? Por que e por quem você tem lutado tanto?
Desendureça o seu coração e abra mais a sua mente!
Acolha as pessoas em sua vida! Deixe a fé brotar em sua vida.
Tenha fé na vida, em você! Tenha fé em Deus!
Tenha fé em realizações grandiosas, tá?

E pare de ter sonhos vagos e esperanças pequenas!

Desejo que você nunca desista, porque enquanto houver a esperança, nenhum sonho está perdido! Nenhum!

Bom Dia! Bom divertimento! Sucesso, Saúde e Paz! "O amor está em você! E a esperança será sempre a sua aliada para libertar os seus medos, o seu orgulho"

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Tudo Passará

Todas as coisas, na Terra,
passam...
Os dias de dificuldades,
passarão...
Passarão também
os dias de amargura
e solidão...
As dores e as lágrimas
passarão.
As frustrações
que nos fazem chorar...
um dia passarão.
A saudade do ser querido
que está longe, passará.

Dias de tristeza...
Dias de felicidade...
São lições necessárias que,
na Terra, passam,
deixando no espírito imortal
as experiências acumuladas.

Se hoje, para nós,
é um desses dias
repletos de amargura,
paremos um instante.

Elevemos
o pensamento ao Alto,
e busquemos a voz suave
da Mãe amorosa
a nos dizer carinhosamente:
isso também passará...

E guardemos a certeza,
pelas próprias dificuldades
já superadas,
que não há mal
que dure para sempre.

O planeta Terra,
semelhante
a enorme embarcação,
às vezes parece
que vai soçobrar
diante das turbulências
de gigantescas ondas.

Mas isso também passará,
porque Jesus está
no leme dessa Nau,
e segue com o olhar sereno
de quem guarda a certeza
de que a agitação
faz parte do roteiro
evolutivo da humanidade,
e que um dia também passará...

Ele sabe que a Terra
chegará a porto seguro,
porque essa é a sua destinação.

Assim,
façamos a nossa parte
o melhor que pudermos,
sem esmorecimento,
e confiemos em Deus,
aproveitando cada segundo,
cada minuto que, por certo...
também passarão..."

" Tudo passa..........exceto DEUS!"
Deus é o suficiente!


Emmanuel/
Francisco Cândido Xavier

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Anjos

Quem nunca se sentiu sozinho e desamparado?

Quem nunca sentiu em algum momento que havia a impressão que tinha chegado ao fim do caminho e que não tinha mais solução?

Que seja por uma causa grave, ou por outras menos graves, todos já nos sentimos assim.

Quando adolescentes, mesmo a dor de amor perdido pode nos dar essa impressão.

Pensamos que nunca mais vamos encontrar outra pessoa, que nunca mais vamos amar outro alguém.

Tudo toma uma forma tão grande e exagerada que toma conta da gente. Muitas vezes nos desesperamos e sofremos antecipadamente por coisas que colocamos na nossa cabeça, mas que na realidade nunca chegam na nossa vida.

Nesses momentos sentimos uma sensação de solidão profunda, de abandono.

Tudo parece opaco, sem vida.

Mas sabem de uma coisa?

Mesmo nos momentos mais difíceis da nossa existência, nunca estamos sozinhos.

Mesmo quando não vemos ninguém ao nosso lado, Alguém certamente está lá e nos olha com os olhos cheios de amor, simplesmente esperando que a gente se entregue.

Alguém que prometeu que levaria todas as nossas dores.

Não só as físicas, mas também as existenciais, que são ainda mais profundas e difíceis de curar, pois não encontramos solução numa farmácia.

Acho um grande reconforto saber e reconhecer que nunca estamos sozinhos.

Poder reconhecer que estamos fracos e frágeis, mas saber que existe uma Mão Invisível segurando a nossa, um Colo confortável e um peito cheio de amor e compaixão.

Há uma grande verdade, mas que poucas pessoas sabem: Deus ama mesmo aqueles que não acreditam nEle, Ele cuida mesmo daqueles que não sabem que não estão sozinhos; Ele está sempre presente, mesmo quando olhamos à nossa volta e tudo parece vazio.

Há pessoas que acreditam em Deus, mas não em Anjos.

Mas segundo a Bíblia "O Anjo do Senhor acampa-se ao redor dos que O temem e os livra".

Então, por que não acreditar?!

De qualquer maneira, a verdade é que a solidão não existe.

O que existe é a sensação de estar sozinho e abandonado.

Nem existem as dores que doem eternamente.

Se você um dia se sentir assim, abra os olhos da sua alma e tenha certeza que ao seu lado Alguém vai estar cuidando de você.

Deixe-se amar e acalentar.

Durma tranqüilo e se repouse.

Tenho certeza que quando você acordar vai ter uma outra visão do seu próprio mundo.
Deus te abençoe!
(Letícia Thompson)

domingo, 31 de julho de 2011

Nos Momentos Graves

Use calma. A vida pode ser um bom estado de luta, mas o estado de guerra nunca uma vida boa.
Não delibere apressadamente. As circunstâncias, filhas dos Designios Superiores, modificam-nos a experiência, de minuto a minuto.
Evite lágrimas inoportunas. O pranto pode complicar os enigmas ao invés de resolvê-los.
Se você errou desastradamente, não se precipite no desespero. O reerguimento é a melhor medida para aquele que cai.
Tenha paciência. Se você não chega a dominar-se, debalde buscará o entendimento de quem não o compreende ainda.
Se a questão é excessivamente complexa, espere mais um dia ou mais uma semana, a fim de solucioná-la. O tempo não passa em vão.
A pretexto de defender alguém, não penetre o círculo barulhento. Há pessoas que fazem muito ruído por simples questão de gosto.
Seja comedido nas resoluções e atitudes. Nos instantes graves, nossa realidade espiritual é mais visível.
Em qualquer apreciação, alusiva a segundas e terceiras pessoas, tenha cuidado. Em outras ocasiões, outras pessoas serão chamadas a fim de se referirem a você.
Em hora alguma proclame seus méritos individuais, porque qualquer qualidade excelente é muito problemática no quadro de nossas aquisições.
Lembre-se de que a virtude não é uma voz que fala, e, sim, um poder que irradia.
Texto extraído do livro "Agenda Cristã ", Chico Xavier (André Luiz)

sábado, 30 de julho de 2011

É medo

E sempre vai haver aquela palavra que eu não consigo te dizer, que eu não tenho a mínima coragem de demonstrar, que faz meu medo tornar-se inconfundível, tornar-se inseparável de tudo o que eu realizo, tornar-se minha respiração.

Você pode até me dar toda a segurança do mundo, mas, meu medo consegue vencer qualquer coisa.

E é aquele mesmo medo, de não te ter, não te ver, não te sentir, de você não fazer parte de mim, é o que me toma por inteiro. Me faz insegura.
Vai ser sempre aquele mesmo erro, aquele mesmo acerto, que vai nos separar.
Tentar voltar no tempo, talvez, agora, não seja uma boa opção pra nós, talvez, vai fazer que nós erremos novamente.

Fingir que nada aconteceu será impossível, coisas boas demais são impossíveis de serem deixadas para trás, no mundo de fora.

Recomeçar pode ser a melhor opção que temos para seguir em frente, juntos.
Não quero mais uma vez errar com você pra poder deixar as coisas certas entre a gente, por isso, não vou tentar acertar, isso faz com que aumente cada vez mais os nossos erros.

Não vou contar os erros como erros, nem acertos como acertos, nem erros como acertos, nem acertos como erros.

Apenas, vou me deixar levar, deixar a vida acontecer, contudo que seja ao seu lado, não haverá mal algum pra mim.
Autoria: Carine Ueda

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Depois de algum tempo

Depois de algum tempo, você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.
E começa a aprender que beijos não são contratos e presentes não são promessas.
E começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e os olhos adiante com a graça de um adulto, e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vôo.
Depois de um tempo, você aprende que até o sol queima se você ficar exposto por muito tempo.
Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.
E você aprende que realmente pode suportar...
Que realmente é forte e que realmente tem valor..."
(William Shakespeare)

segunda-feira, 25 de julho de 2011

A paciência

A paciência não é um vitral gracioso para as suas horas de lazer.
É amparo destinado aos obstáculos.

A serenidade não é jardim para os seus dias dourados.
É suprimento de paz para as decepções de seu caminho.

A calma não é harmonioso violino para as suas conversações agradáveis.
É valor substancial para os seus entendimentos difíceis.

A tolerância não é saboroso vinho para os seus minutos de camaradagem.
É porta valiosa para que você demonstre boa vontade,
ante os companheiros menos evoluídos.

A boa cooperação não é processo fácil de receber concurso alheio.
É o meio de você ajudar ao companheiro que necessita.

A confiança não é um néctar para as suas noites de prata.
É refugio certo para as ocasiões de tormenta.

O otimismo não constitui poltrona preguiçosa para os seus crepúsculos de anil.
É manancial de forças para os seus dias de luta.

A resistência não é adorno verbalista.
É sustento de sua fé.

A esperança não é genuflexório de simples contemplação.
É energia para as realizações elevadas que competem ao seu espírito.

A virtude não é flor ornamental.
É fruto abençoado do esforço próprio que você deve usar
e engrandecer no momento oportuno.
André Luiz
Texto autorizado pelo Site A Jornada

domingo, 24 de julho de 2011

Raízes profundas

É bastante comum se ouvir pessoas maduras afirmarem que sofreram muito em sua infância ou em sua adolescência e que, de maneira alguma, desejam o mesmo para seus filhos.
Recordam terem iniciado cedo a trabalhar para auxiliar nas despesas do lar, dos desejos que jamais foram concretizados, como a bola de futebol, a bicicleta nova, a viagem de recreio.
Lembram de certas privações, de não terem tido privacidade quando gostariam, porque necessitavam dividir o quarto com os irmãos, pela falta de espaço na casa dos pais.
Recordam e recordam, com certa amargura, o que lhes constituiu dificuldades e reafirmam que tudo farão para que seus filhos não tenham que experimentar nada daquilo.
Por isso mesmo, crescem os meninos e meninas sem maiores problemas.
Vão a escola, levam dinheiro para o lanche, nem sempre saudável, viajam nas férias, brincam e folgam.
Nada lhes falta, para que não sofram, para que não se frustem, para que não tenham decepções.
Nada em esforço lhes é exigido.
Nada que desejem deixam de receber.
Vendo tantos pais assim procederem, nos recordamos de um médico americano que, além de curar os seus doentes, tinha por objetivo transformar o terreno de sua casa em uma floresta.
Vivia a plantar árvores.
Bastava retornar do hospital e das visitas rotineiras aos pacientes, para se enfiar em um macacão, colocar um chapéu de palha à cabeça, luvas nas mãos e sair para o quintal.
O inusitado não era o passatempo do médico mas a forma como ele tratava as árvores novas.
Ele não as regava.
Dizia que regar as plantas fazia com que crescessem com raízes superficiais.
As árvores que não eram regadas, dizia, necessitavam criar raízes profundas para procurar umidade.
Isto lhes concedia maior firmeza.
Falava com as árvores e as motivava a crescerem fortes, a fim de enfrentarem os ventos frios, as tempestades.
E as árvores se tornavam rijas, parecendo dizer que as adversidades e as privações as tinham beneficiado.
Nossos filhos, como as árvores do bom médico, talvez encontrem adversidades na vida.
Talvez tenham que percorrer caminhos difíceis, enfrentar ventos frios de solidão, de desesperança.
Eles também necessitam criar raízes profundas, de modo que não sejam abatidos quando as chuvas caírem e os ventos soprarem fortes, tentando derrubá-los.
Aprendamos a dizer não, vez ou outra, a fim de que os nossos filhos aprendam que nem tudo lhes estará sempre disponível.
Mesmo que não seja necessário, confiemos a eles tarefas, exigindo que as executem, para treinar responsabilidade.
Em síntese, ensinemos nossos filhos a andar sozinhos, a enfrentar problemas, a lutar pelo que desejam, para que enrijeçam o caráter e cresçam fortes como o carvalho e sejam firmes como a rocha.
***
Pais e mães reflitamos no fato de que criamos nosso rebentos para a vivência do mundo, na sociedade.
Assim, ofertemos a eles a melhor estrutura, ensinando-os a cooperar no lar, para que aprendam amanhã a cooperar no mundo.
Pensemos nos tempos difíceis do mundo e preparemos nossos filhos para que os enfrentem com vigor.
Ocupemos as suas mãos com o trabalho honrado, coloquemos em suas mentes a luz do evangelho e os ensinemos a valorizar o tempo, o dinheiro, a saúde, a inteligência, tudo enfim de que sejam dotados.
(Pesquisa 1 - Vereda Familiar - cap. 18 2 - Seleções do Reader’s Digest 04/99 "O que aprendi com os vizinhos")

sábado, 23 de julho de 2011

Algumas das Melhores Coisas da Vida

Se apaixonar.
Rir até o rosto doer.
Um banho quente.
Um supermercado sem filas.
Um olhar especial.
Receber cartas.
Escutar sua música preferida no rádio.
Uma boa conversa.
Pegar uma boa praia.
Achar uma nota de R$50 na sua blusa de inverno do ano passado.
Rir de você mesmo!.
Ter alguém para te dizer que você é bonita.
Os amigos.
Ouvir acidentalmente alguem falar BEM de você.
Acordar e perceber que ainda faltam algumas horas para dormir.
Fazer novos amigos, ou ficar junto dos velhos.
Conversar a noite com seu colega de quarto.
Alguém brincar com seus cabelos.
Bons sonhos.
Viagens com os amigos.
Ganhar um jogo difícil.
Encontrar com um velho amigo, e descobrir que tem coisas que nunca mudam.
Descobrir que o amor é eterno e incondicional.
Abraçar a pessoa que você ama.
Ver no nascer do sol.
Levantar e agradecer a Deus por outro lindo amanhecer.

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Coragem

Quando a vida te oferecer motivos para temer;
Quando parecer estar num barco, pronto a naufragar;
Tenha coragem!!!
Quando parecer que a sua família, seu amor...que todos te rejeitam;
Quando a vida em si, parecer não ter mais sentido;
Não desista ainda, Coragem!!!
Quando você parecer não ter mais portas pra bater;
Quando olhares e sentir que não há uma solução eficaz para os problemas;
Quando os seus olhos já denunciam a tristeza que sua postura tenta esconder, e sentires que a sua vida tornou-se o espetáculo de um teatro que não termina;
Coragem!!!
Enquanto existir vida em você, sempre haverá esperanças!
Tenha coragem e não desista nunca: de sonhar, de querer, de amar, de conquistar;
Aprenda a se renovar como a árvore que cortada, tomba e seca, mas quando todos pensam que ela morreu, ela brota cheia de esperanças em novos raminhos.
Então, quando cair, lembre-se de levantar; quando chorar, lembre-se que também podes sorrir;
Quando não tiveres força, lembre-se que Deus pode te dar;
Enfim, quando a vida parecer não mais te querer...Queira muito a vida!
Saiba que, por mais que muitos digam que não fazes nada de importante...
...o mais importante já foi feito:
Você!!!

quarta-feira, 20 de julho de 2011

MEU CERTO MOMENTO

Você me deu um beijo... Foi o mas perfeito de todos.
Me abraçou e sorriu pra mim... não disse nenhuma palavra, mas, apenas o seu olhar tocou meu coração de uma forma, que ali.. naquele instante , eu me apaixonei por você.
Eu sorri, você sorriu também, pegou minha mão e de repente, estávamos em um lugar lindo, tranqüilo, só nós dois...
Eu estava feliz, você era tudo o que eu sempre sonhei.
Seus olhos me encantavam, e sua voz era como musica para os meus ouvidos.
Seus carinhos ... Ah! me deixavam cada vez mais apaixonada.
Parecia até que meu coração estava dentro do meu peito de novo, porque de tanto sofrimento, eu nem sentia-o mas bater.
Em meio a tanta felicidade... e esse incrível que me consumia completamente, ficou tudo escuro.
A sensação de felicidade ia desaparecendo aos poucos, meu sorriso ia desmoronando, e eu já não sentia sua mão junto da minha...
Aos poucos fui abrindo os olhos, e os mesmos iam se enchendo de lágrimas.
o dia mais feliz da minha vida, foi um sonho !
“AAAAAAHR!” gritei, mas nem mesmo me ouvi.
A sensação de perca me consumia, e a tristeza tomava conta de mim , mas uma vez.
E pouco a pouco fui me lembrando do sonho ...
Lembrei daquele beijo... Lembrei daquele olhar... Lembrei daquele sorriso.
Me lembrei também, de como me senti feliz ao seu lado...
ée... foi um sonho ... difícil de se realizar... muito difícil .
Mas, pelo menos em sonhos, eu me sinto completa, pelo menos neles você está comigo ...
pelo menos dormindo eu consigo ser feliz!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Querem saber como vivo?
Lhes direi...
Vivo do vento que me mantém lúcido e acordado
para que eu não adormeça na caminhada.
Vivo do mar que me limpa do cansaço da luta
e me recompõe para que eu continue.
Vivo das cores que me ensinam os remédios e os alimentos
para que eu sobreviva forte para trabalhar.
Vivo da riqueza do meu melhor esforço, meu amor.
Planto-o por onde passo,
Não perco nem mesmo a terra de um vaso quebrado,
pois ali a semente germina.
E sou feliz assim.
Sou simples, pois preciso de pouco.
Sou calmo, pois aprendi a esperar.
Tudo vem.
E o campo arado e adubado produz coisas melhores,
que valem a pena ser preservadas.
Falo pouco, pois optei por grandes ocupações,
como um trabalho escolhido de ouvir
e por isso não me sobra tempo para as palavras.
Penso muito, mas corretamente.
Desejo só o necessário, ocupo pouco espaço
e por isso não sofro por possuir.
Sou feliz, sou abençoado, sou reconfortado e apreciado.
Sou aquilo que todos lutam para obter.
Querem saber quem sou eu,
já que sabem como vivo?
SOU A PAZ...

sábado, 16 de julho de 2011

A ilha dos sentimentos...

Havia uma vez uma ilha, na qual viviam todos os sentimentos e valores do homem:
O Bom Humor, a Tristeza, o Saber...
Como também todos os outros, incluindo o Amor.
Um dia avisaram os sentimentos que a ilha estava prestes a afundar-se.
Então, todos prepararam os seus barcos e partiram. Unicamente o Amor ficou, esperando sozinho, até ao último momento.
Quando a ilha estava a ponto de desaparecer no mar, o Amor decidiu pedir ajuda.
A Riqueza passou perto do Amor num barco luxuosíssimo e o Amor disse-lhe:
“Riqueza, podes-me levar contigo?”
“Não posso porque tenho muito ouro e prata dentro do meu barco e não há lugar para ti.”
Então, o Amor decidiu pedir ao Orgulho que estava passando numa magnífica barca:
“Orgulho, rogo-te, podes-me levar contigo?”
“Não posso levar-te, Amor...” respondeu o Orgulho: “Aqui tudo é perfeito, poderias arruinar-me a barca”.
Então, o Amor disse à Tristeza que se estava aproximando:
“Tristeza, peço-te, deixa-me ir contigo.”
“Óh, Amor” respondeu a Tristeza, “estou tão triste que necessito estar só”.
Logo, o Bom Humor passou em frente ao Amor; mas dava gargalhadas tão altas, que não ouviu que o estavam a chamar.
De repente uma voz disse:
“Vem Amor, levo-te comigo...”
Era um velho o que havia chamado.
O Amor se sentiu tão contente e cheio de alegria que se esqueceu de perguntar o nome ao velho.
Quando chegou a terra firme, o velho desapareceu.
O Amor deu-se conta de quanto devia ao velho e, assim, perguntou ao Saber:
“Saber, podes dizer-me quem me ajudou?”
“Foi o Tempo”, respondeu o Saber.
“O Tempo?”, perguntou-se o Amor,
“Porque será que o Tempo me ajudou?”.
O Saber, cheio de sabedoria, respondeu:
“Porque só o Tempo é capaz de compreender quão importante é o Amor na Vida”

terça-feira, 12 de julho de 2011

Novo dia

Mais um novo dia Aqui estamos nós. Aí está você.

O importante MESMO é você saber que você está aí e bem.

Seja como for, você acaba de ganhar mais um dia de presente para viver. Por isso, comemore este novo dia.

Agradeça.

A partir de agora você retoma o contato com a magia de fazer parte da raça humana.

Viva este evento como algo fantástico.

Afinal, você também é um milagre da natureza.

Cada manhã traz a oportunidade de sintonia com o universo através de múltiplos canais de percepção.

Enquanto você ainda está no silêncio, na intimidade dos seus pensamentos, nos devaneios do espírito da rotina de mais um despertar, a vida se revela...

Emocione-se com os fenômenos da natureza, a chuva, o vento , as nuvens, os trovões, os primeiros raios de sol que estão começando a colorir o céu ...

E principalmente , emocione-se porque você faz parte deste espetáculo... Esperamos demais para fazer o que precisa ser feito, num mundo que só nos dá um dia de cada vez, sem nenhuma garantia do amanhã. Enquanto lamentamos que a vida é curta, agimos como se tivéssemos à nossa disposição um estoque inesgotável de tempo.

Esperamos demais para dizer as palavras de perdão que devem ser ditas, para pôr de lado os rancores que devem ser expulsos, para expressar gratidão, para dar ânimo, para oferecer consolo.

Esperamos demais para ser generosos, deixando que a demora diminua a alegria de dar espontaneamente.

Esperamos demais para ser pais dos nossos filhos pequenos, esquecendo quão curto é o tempo em que eles são pequenos, quão depressa a vida os faz crescer e ir embora.

Esperamos demais para dar carinho aos nossos pais, irmãos e amigos. quem sabe quão logo será tarde demais?

Esperamos demais para enunciar as preces que estão esperando para atravessar nossos lábios, para executar as tarefas que estão esperando para serem cumpridas, para demonstrar o amor, que talvez não seja mais necessário amanhã.

Esperamos demais nos bastidores, quando a vida tem um papel para desempenharmos no palco.

Deus também está esperando - esperando nós pararmos de esperar. Esperando nós começarmos a fazer agora tudo aquilo para o qual este dia e esta vida nos foram dados.

sábado, 9 de julho de 2011

Persistência é tudo

Muita gente acha que é difícil começar uma caminhada. Pessoalmente penso diferente.

Para mim, mas difícil que iniciar é continuar... De começos o mundo está cheio: os que começam um casamento, os que começam a abandonar um vício, os que iniciam o aprendizado de uma língua e por ai vai.

Ir em frente é mais complicado. Exige persistência e muita força de vontade.

Requer que nós olhemos para trás com sentimento de satisfação pela experiência adquirida e não com remorso ou sensação de arrependimento. Que nós tenhamos sonhos, mas que não vivamos de sonhos. Que choremos, mas não deixemos as lágrimas turvarem nossa visão.

Que escutemos os outros, mas que não desistamos de fazer o que julguemos certo, por causa deles.

Tudo isso de tão simples parece coisa de criança. E é mesmo! Antes de aprendermos a andar precisamos: cair muitas vezes, nos machucar, chorar, ser motivo de riso, e nem por isso tudo desistimos ou deixamos de levantar.

Nisso temos muito que aprender com as crianças. Elas "sabem" que antes de dar os primeiros passos, é preciso ficar de pé, e antes disso é preciso engatinhar.

Que precisamos das pessoas para servir de apoio, mas, que elas não são bengalas e nós não somos aleijados. Se todas as pessoas soubessem disso teríamos bem menos fracassados no mundo.

Gente que poderia atingir grandes coisas, mas que desiste no meio do caminho. Diante disso só temos a agradecer a predisposição para certos aprendizados na infância. Se fosse o contrário, muita gente hoje estaria numa cadeira de rodas.
Marcos Lima e Ronaldo Oliveira

segunda-feira, 20 de junho de 2011

“PAI, COMEÇA O COMEÇO!”

Quando eu era criança e pegava uma tangerina para descascar, corria para meu pai e pedia: - “pai, começa o começo!”.

O que eu queria era que ele fizesse o primeiro rasgo na casca, o mais difícil e resistente para as minhas pequenas mãos.

Depois, sorridente, ele sempre acabava descascando toda a fruta para mim. Mas, outras vezes, eu mesmo tirava o restante da casca a partir daquele primeiro rasgo providencial que ele havia feito.
Meu pai faleceu há muito tempo (e há anos, muitos, aliás) não sou mais criança. Mesmo assim, sinto grande desejo de tê-lo ainda ao meu lado para, pelo menos, “começar o começo” de tantas cascas duras que encontro pelo caminho.

Hoje, minhas “tangerinas” são outras.

Preciso “descascar” as dificuldades do trabalho, os obstáculos dos relacionamentos com amigos, os problemas no núcleo familiar, o esforço diário que é a construção do casamento, os retoques e pinceladas de sabedoria na imensa arte de viabilizar filhos realizados e felizes, ou então, o enfrentamento sempre tão difícil de doenças, perdas, traumas, separações, mortes, dificuldades financeiras e, até mesmo, as dúvidas e conflitos que nos afligem diante de decisões e desafios. Em certas ocasiões, minhas tangerinas transformam-se em enormes abacaxis......
Lembro-me, então, que a segurança de ser atendido pelo papai quando lhe pedia para “começar o começo” era o que me dava a certeza que conseguiria chegar até ao último pedacinho da casca e saborear a fruta.

O carinho e a atenção que eu recebia do meu pai me levaram a pedir ajuda a Deus, meu Pai do Céu, que nunca morre e sempre está ao meu lado.

Meu pai terreno me ensinou que Deus, o Pai do Céu, é eterno e que Seu amor é a garantia das nossas vitórias.
Quando a vida parecer muito grossa e difícil, como a casca de uma tangerina para as mãos frágeis de uma criança, lembre-se de pedir a Deus:
“Pai, começa o começo!”.

Ele não só “começará o começo”, mas resolverá toda a situação para você.
Não sei que tipo de dificuldade eu e você estamos enfrentando ou encontraremos pela frente neste ano. Sei apenas que vou me garantir no Amor Eterno de Deus para pedir, sempre que for preciso: “Pai, começa o começo!”.

sábado, 18 de junho de 2011

O milagre

Uma garotinha foi para o quarto e pegou um vidro de geléia que estava escondido no armário e derramou todas as moedas no chão.

Contou uma por uma, com muito cuidado, três vezes. O total precisava estar exatamente correto. Não havia chance para erros.

Colocando as moedas de volta no vidro e tampando-o bem, saiu pela porta dos fundos em direção à farmácia Rexall, cuja placa acima da porta tinha o rosto de um índio.

Esperou com paciência o farmacêutico lhe dirigir a palavra, mas ele estava ocupado demais. A garotinha ficou arrastando os pés para chamar atenção, mas nada. Pigarreou, fazendo o som mais enojante possível, mas não adiantou nada. Por fim tirou uma moeda de 25 centavos do frasco e bateu com ela no vidro do balcão. E funcionou!

- O que você quer? - perguntou o farmacêutico irritado. - Estou conversando com o meu irmão de Chicago que não vejo há anos -, explicou ele sem esperar uma resposta.

- Bem, eu queria falar com o senhor sobre o meu irmão -, respondeu Tess no mesmo tom irritado. - Ele está muito, muito doente mesmo, e eu quero comprar um milagre.

- Desculpe, não entendi. - disse o farmacêutico.

- O nome dele é Andrew. Tem um caroço muito ruim crescendo dentro da cabeça dele e o meu pai diz que ele precisa de um milagre. Então eu queria saber quanto custa um milagre.

- Garotinha, aqui nós não vendemos milagres. Sinto muito, mas não posso ajudá-la. - explicou o farmacêutico num tom mais compreensivo.

- Eu tenho dinheiro. Se não for suficiente vou buscar o resto. O senhor só precisa me dizer quanto custa.

O irmão do farmacêutico, um senhor bem aparentado, abaixou-se um pouco para perguntar à menininha de que tipo de milagre o irmão dela precisava.

- Não sei. Só sei que ele está muito doente e a minha mãe disse que ele precisa de uma operação, mas o meu pai não tem condições de pagar, então eu queria usar o meu dinheiro.

- Quanto você tem? - perguntou o senhor da cidade grande.

- Um dólar e onze cêntimos -, respondeu a garotinha bem baixinho. - E não tenho mais nada. Mas posso arranjar mais se for preciso.

- Mas que coincidência! - disse o homem sorrindo. - Um dólar e onze cêntimos! O preço exato de um milagre para irmãozinhos!

Pegando o dinheiro com uma das mãos e segurando com a outra a mão da menininha, ele disse:
- Mostre-me onde você mora, porque quero ver o seu irmão e conhecer os seus pais. Vamos ver se tenho o tipo de milagre que você precisa..

Aquele senhor elegante era o Dr. Carlton Armstrong, um neurocirurgião. A cirurgia foi feita sem ônus para a família, e depois de pouco tempo Andrew teve alta e voltou para casa.

Os pais estavam conversando alegremente sobre todos os acontecimentos que os levaram àquele ponto, quando a mãe disse em voz baixa:

- Aquela operação foi um milagre. Quanto será que custaria?

A garotinha sorriu, pois sabia exatamente o preço: um dólar e onze cêntimos! - Mais a fé de uma criancinha.

Em nossas vidas, nunca sabemos quantos milagres precisaremos.

Um milagre não é o adiamento de uma lei natural, mas a operação de uma lei superior. Sei que você vai passar esta bola pra frente!

Lá vai ela. Jogue de volta para alguém que significa algo para você!

Uma bola é um círculo, sem início, sem fim. Ela nos mantém unidos como nosso Círculo de Amigos. Mas o tesouro interior que você verá é o tesouro da amizade que você me concedeu.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Pernicioso Sentimento

Conta-se que um monge eremita viajava através das aldeias, ensinando o bem.
Chegando a noite e estando nas montanhas, sentiu muito frio. Buscou um lugar para se abrigar. Um discípulo jovem ofereceu-lhe a própria caverna. Cedeu-lhe a cama pobre, onde uma pele de animal estava estendida.
O monge aceitou e repousou. No dia seguinte, quando o sol estava radiante e ele deveria prosseguir a sua peregrinação, desejou agradecer ao jovem pela hospitalidade.
Então, apontou o seu indicador para uma pequena pedra que estava próxima e ela se transformou em uma pepita de ouro.
Sem palavras, o velho procurou fazer que o rapaz entendesse que aquela era a sua doação, um agradecimento a ele. Contudo, o rapaz se manteve triste.
Então, o religioso pensou um pouco. Depois, num gesto inesperado, apontou uma enorme montanha e ela se transformou inteiramente em ouro.
O mensageiro, num gesto significativo, fez o rapaz entender que ele estava lhe dando aquela montanha de ouro em gratidão.
Porém, o jovem continuava triste. O velho não pôde se conter e perguntou:
Meu filho, afinal, o que você quer de mim? Estou lhe dando uma montanha inteira de ouro.
O rapaz apressado respondeu: Eu quero o vosso dedo.

A inveja é um sentimento destruidor e que nos impede de crescer.


Invejamos a cultura de alguém, mas não nos dispomos a permanecer horas e horas estudando, pesquisando. Simplesmente invejamos.

Invejamos a capacidade que alguns têm de falar em público com desenvoltura e graça. Contudo, não nos dispomos a exercitar a voz e a postura, na tentativa de sermos semelhantes a eles.

Invejamos aqueles que produzem textos bem elaborados, que merecem destaque em publicações especializadas. No entanto, não nos dispomos ao estudo da gramática, muito menos a longas leituras que melhoram o vocabulário e ensinam construção de frases e imagens poéticas.

Enfim, somos tão afoitos quanto o jovem da história que desejava o dedo do monge para dispor de todo o ouro do mundo, sem se dar conta de que era a mente que fazia as transformações.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Lições do viver

Se a desilusão atingir sua alma, devastando seus sonhos e ofuscando novas possibilidades, pense na infinidade de caminhos que podem se abrir para você em apenas um dia, uma hora, um minuto...


Se a frustração acariciar friamente sua face, fazendo-te cair diante dos obstáculos, olhe para trás e veja o quanto você já caminhou e o quanto cresceu colhendo em cada trilha amigos sinceros, amores, experiências inesquecíveis...


Se as palavras de insulto e humilhação agredirem a sua integridade, lembre-se de que elas são frutos putrefatos da maldade e da inveja, vire-se e continue a caminhar sem dar ouvidos aos fracos de alma que as pronunciam: um dia eles entenderão porque são completamente sós...


Se a preocupação com os encargos do dia-a-dia tomar sua mente e enfraquecer o seu corpo, despertando o nervosismo e o estresse, olhe o horizonte e tente descobrir as saídas para os problemas ao invés de lamentar e achar que eles são piores do que realmente são...


Se o vazio e a insegurança invadirem o seu peito, suba em uma cadeira, abra os braços, feche os olhos e repita para si mesmo "Eu posso voar..." Você é capaz de tudo desde que acredite em si mesmo.


Se a solidão sussurrar em seus ouvidos palavras melancólicas, não se esqueça de que em cada dia, em cada instante, você conhece pessoas novas e que uma delas, no futuro, será o grande amor da sua vida, aquela pessoa que te fará acreditar em noites iluminadas, que estará sempre ao seu lado e juntos vocês terão muito a aprender...


Se a tristeza insistir em te acompanhar, saiba enxergar a felicidade nas pequenas coisas da vida, numa conversa com os amigos, na brincadeira com o cachorro, ou no jogo de damas com seu avô...


Rotina é uma palavra que não existe, pois cada dia traz consigo pequenas surpresas e cada pequeno gesto guarda uma imensa felicidade...

E depois de tudo isso, olhe para si mesmo e veja o quão especial você é, imagine o quanto pode fazer pelo mundo e pelas pessoas, valorize as suas qualidades e tente corrigir seus defeitos (o que é realmente difícil) e saiba o quanto é privilegiado por poder caminhar, cair e aprender com os erros, por ser capaz de escrever uma história única, como nenhuma outra...
Pense nisso...
(Autor desconhecido)

domingo, 29 de maio de 2011

Segredo

sábado, 28 de maio de 2011

Pétalas de Paz

C a l m a .
D e u s a i n d a e s t á n o C é u.
Você não tem que fazer tudo sozinho e agora mesmo.
Lembre-se de um momento feliz e tranquilo do seu passado.
Repouse lá.
Cada momento tem riquezas com vida permanente.
Acerte sua caminhada.
Quando alguém o pressionar,
não há problema em dizer-lhe que você não gosta.
Lembre-se que nem tudo pode ter garantia.
Isso inclui você.
Assista o passar das águas, o crescimento do milho,
a flutuação das folhas, o vôo dos passarinhos.
C a l m a .
Saboreie seu alimento.
Deus o deu a você para prazer e nutrição.
Observe o sol e a lua quando surgem e quando se põem.
Eles são extraordinários por seu constante ritmo de movimento
e não por quaisquer tipos de correrias.
C a l m a .

Pare de planejar como você usará o que sabe,
o que aprende ou o que possui.
São presentes de Deus com tempo certo.
Sinta apenas gratidão e a certa hora seu propósito ficará claro.
C a l m a .

Quando falar com alguém não pense no que dirá em seguida:
Os pensamentos se verbalizarão naturalmente se você deixá-los livres.
Fale e brinque com crianças.

Isso despertará a pequena pessoa sem pressa que existe dentro de você.
Crie um espaço em sua casa, em seu trabalho, em seu coração.
Nesse lugar aquiete-se e entregue-se a boas recordações.
Você merece isso.
Permita-se ter um tempo para a preguiça e para o " fazer nada ".
Descanse sem preocupação e sem culpas.
É uma necessidade de sua alma.
Ouça o soprar do vento:
ele traz uma mensagem de ontem, de amanhã e de agora.
Mais importante é a de a g o r a.
Repouse sobre os seus sucessos sejam quais forem eles.
Isso traz conforto.
Não importa o tamanho ou as condições.
C a l m a .
Fale devagar ... Fale menos ... Não fale ...
A comunicação mais importante não é medida por palavras.
Dê-se permissão para se atrasar algumas vezes.
A vida é para ser vivida e não agendada.
Ouça a canção de um passarinho ... a canção toda ...
A música e a Natureza são presentes, sim,
mas só se você se dispuser a recebe-los.
Reserve tempo só para refletir.
A ação é boa e necessária, mas dá bons frutos
apenas se antes meditarmos e ponderarmos.
C a l m a .
Crie tempo para fazer o que gosta e brincar.
Seja qual for sua idade, sua criança interior precisa ser recriada.
Olhe e ouça o céu noturno. Ele fala.
Ouça as palavras que você diz, especialmente em orações.
Aprenda a ficar atrás e deixar que outros ocupem a liderança.
Sempre haverá novas oportunidade para você ir à frente outra vez.
C a l m a .
Divida grandes trabalhos em pequenas tarefas:
Se Deus levou 6 dias para criar o Mundo,
você pode esperar ser melhor?
Quando você se acha afobado e ansioso, pare.
Pergunte a si mesmo:
" Por que estou afobado e ansioso? "
As razões podem aperfeiçoar seu auto conhecimento.
Crie tempo para ler bons livros:
a leitura de bons pensamentos alivia o mal estar .
Direcione sua vida com escolhas ricas em propósitos
e não em correrias e eficiências.
O melhor músico é aquele que toca com sentimento
e não o que termina primeiro de tocar.
C a l m a .
Dê-se um dia de folga ... sozinho ... faça um retiro ...
Você pode aprender com macacos e ermitões sem se tornar um deles.
Acaricie um bichinho de estimação:
você dará e receberá um presente de a g o r a.
Entregue-se a trabalhos manuais: isso liberta a alma.
C a l m a .
Tenha momentos de meditação :
sem ela a Vida é meramente existência.
Fique um pouco no escuro:
isso o ensinará a ver melhor, ouvir, saborear e cheirar.
Abaixe volumes de sons e intensidade de luzes.
Desligue máquinas e recuse convites de vez em quando.
O menos pode muitas vezes ser mais.
Calma ... deixe que a Vida vá como vai ...
" Nada " é usualmente a coisa mais monótona de se fazer,
mas em certas ocasiões é a melhor.
Dê um passeio sem pensar aonde chegará:
se você anda só para chegar a algum lugar, você sacrifica a caminhada .
Conte seus amigos : se você tem um, é uma sorte.
Se você tem mais, é uma bênção.
Abençoe-os em retribuição.
Conte suas bênçãos ... uma de cada vez ...
... e devagar ...
C a l m a ...
Deus ainda está no Céu .


Silvia Schmidt

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Rindo de si mesmo

Já ri de mim mesma e das certezas que um dia eu tinha e depois não tinha mais.
Quem pensa que nunca muda, que nunca vai mudar, não conhece muito da vida.
As circunstâncias da vida transformam nossos pensamentos e nos adaptamos à vida quando vai chegando a idade.
Meus medos de antes parecem mais distantes e vou descobrindo a vida com os mesmos olhos, mas o olhar é novo.
Um dia eu quis encontrar a paz e foi com o tempo que descobri que ela estava na palma das minhas mãos.
Eu só preciso me olhar e olhar o outro de maneira diferente, como se tivesse o olhar de Deus.
Tudo fica então diferente: torno-me mais tolerante, mais dócil, menos exigente e mais compreensiva.
E mais justa também!
De todas as flores que colhi, muitas fui eu mesma que plantei e dos espinhos que me machuquei, muitos foram por mim mesma provocados.
Essa realidade me deixa mais viva, mais alerta e mais consciente das coisas que sou capaz de fazer e dos erros que preciso assumir.
Todas as minhas culpas não possuem as desculpas que eu pensava ter e eu aprendi com isso também.
Vale mais um abraço bem apertado do que ficar sozinha por querer sempre ter razão.
Não temos culpa por sermos tão humanos. E podemos, se quisermos, caminhar nos passos dos anjos.

Como dizem: "Feliz daquele que consegue rir de si mesmo" .

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Identidade perdida

Sempre quis fazer tudo certo
Ao menos tentava não errar tantas vezes
Mas a vida não nos deixa escolhas
Não temos o direito de seguir aquilo que desejamos
Apenas somos levados pra onde ela quiser.

Não acredito quando percebo o quando mudei
E o quanto todos são moldados pela vida
E modificados através das atitudes dos outros
Sofremos para mudar...
E se não mudamos, sofremos também...

Hoje olho pra trás e vejo
O tão pouco que resta de quem eu fui
E sei o pouco que tenho de quem eu serei

Ninguém é capaz de entender
O que nem eu mesmo entendo
Sou uma contradição de mim mesma
Me aventuro por caminhos que tenho medo
E que talvez nem ache correto segui-los

Será coragem?
Será ímpeto?
Ou será o fato de ser apenas humana,
e desejar em alguns momentos ser mais do que isso.
Ser não apenas a protagonista de uma história
Mas ser a criadora do meu destino.

Mas não posso...
Só me resta sonhar,
E, talvez ...
viver alguns momentos,
Onde poderei acreditar
Que a minha vida...
pertence a mim
Somente a mim.

domingo, 22 de maio de 2011

O homem que não se irritava

Em cidade interiorana havia um homem que não se irritava e não discutia com ninguém. Sempre encontrava saída cordial, não feria a ninguém, nem se aborrecia com as pessoas.
Morava em modesta pensão, onde era admirado e querido. Para testa-lo, um dia seus companheiros combinaram levá-lo à irritação e à discussão numa determinada noite em que o levariam a um jantar.
Trataram todos os detalhes com a garçonete que seria a responsável por atender a mesa reservada para a ocasião. Assim que iniciou o jantar, como entrada foi servida uma saborosa sopa, que o homem gostava muito.
A garçonete chegou próxima a ele, pela esquerda, e ele, prontamente, levou seu prato para aquele lado, a fim de facilitar a tarefa. Mas ela serviu todos os demais e, quando chegou a vez dele, foi embora para outra mesa.
Ele esperou calmamente e em silêncio, que ela voltasse. Quando ela se aproximou outra vez, agora pela direita, para recolher o prato, ele levou outra vez seu prato na direção da jovem, que novamente se distanciou, ignorando-o.
Após servir todos os demais, passou rente a ele, acintosamente, com a sopeira fumegante, exalando saboroso aroma, como quem havia concluído a tarefa e retornou à cozinha.
Naquele momento não se ouvia qualquer ruído. Todos observavam discretamente, para ver sua reação. Educadamente ele chamou a garçonete
Que se voltou, fingindo impaciência e lhe disse:
▬ O que o senhor deseja?
Ao que ele respondeu, naturalmente:
▬ A senhora não me serviu a sopa.
Novamente ela retrucou, para provoca-lo, desmentindo-o:
▬ Servi, sim senhor!
Ele olhou para ela, olhou para o prato vazio e limpo e ficou pensativo por alguns segundos. Todos pensaram que ele iria brigar... Suspense e silêncio total.
Mas o homem surpreendeu a todos, ponderando tranqüilamente:
▬ A senhorita serviu sim, mas eu aceito um pouco mais!
Os amigos, frustrados por não conseguir fazê-lo discutir e se irritar com a moça, terminaram o jantar, convencidos de que nada mais faria com que aquele homem perdesse a compostura.
Bom seria se todas as pessoas agissem sempre com discernimento em vez de reagir com irritação e impensadamente. Ao protagonista da nossa singela história, não importava quem estava com a razão, e sim evitar as discussões desgastantes e improdutivas.
Quem age assim sai ganhando sempre, pois não se desgasta com emoções que podem provocar sérios problemas de saúde ou acabar em desgraça.Muitas brigas surgem motivadas por pouca coisa, por coisas tão sem sentido, mas que se avolumam e se inflamam com o calor da discussão.
Isso porque algumas pessoas têm a tola pretensão de não levar desaforo para casa, mas acabam levando para a prisão, para o hospital ou para o cemitério. Por isso a importância de aprender a arte de não se irritar, de deixar por menos ou encontrar uma saída inteligente como fez o homem no restaurante.
A pessoa que se irrita aspira o tóxico que exterioriza em volta, e envenena-se a si mesma. Queridos amigos!! Que possamos tirar ensinamentos dessa história. Vamos tentar não nos irritarmos por coisas poucas, vamos fazer esse bem para nosso próprio ser.
Quando alguém quiser lhe irritar não entre em seu jogo, encontre uma saída diferente, façamos como o homem no restaurante, tenhamos serenidade e calma diante das situações.
Um forte abraço!!
Velho Sábio!!

terça-feira, 10 de maio de 2011

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Amor,saudade e esperança

Por uma estrada, um dia, uma criança
Muito loira e risonha, nela andava.
Seu coração, tão cheio de bonança,
O pequenino peito palpitava.

Em uma das mãozinhas segurava um arco de ouro,
E noutra ela trazia setas douradas,
com que costumava ferir os corações, que sempre via

A boca cor de rosa, uma canção muito doce e divina balbuciava.
O canto extasiava o coração.
Era Amor, que cantando, assim passava.

Ele já ia em meio da jornada;
Porém, certa manhã de primavera,
Sentou-se numa pedra dessa estrada,
A meditar no mal que ele fizera.

"Meu Deus! Com essa minha travessura
Não pensei tanto dano assim causar."

E tendo a alma repleta de amargura,
Arrependido,
Amor pôs-se a chorar.

Nesse instante, porém, uma donzela,
que tinha as vestes verdes cor do mar, parou ali.
E a sua voz tão bela
Procurou o menino consolar.

-"Não chores mais, meu anjo, vem comigo, eu sei o que te causa tanta dor.

É por isso que eu venho ter contigo;
Enxuga esse teus olhos, Deus do Amor!"
-"Eu queria saber - disse a criança - O teu nome... Afinal como é então?"
-"Meu nome é lindo, chamo-me Esperança", respondeu-lhe com toda emoção.
-"Quero ir contigo, pela estrada afora,
Consolar esses pobres corações;

Eles sofrem por tua causa agora e choram as perdidas ilusões".
E os dois partiram, com as mãos unidas,
Sorrindo ia a Esperança a consolar.

Caminhavam assim, por avenidas,
que um sol ardente vinha iluminar.
Por muito e muito tempo eles andaram,
Até que enfim, em uma encruzilhada,
Cansados, Esperança e Amor pararam,
Estavam quase ao término da jornada.

Ali tudo era belo... Bem distante
Erguiam-se montanhas azuladas.
Aos seus pés, a água clara e murmurante
Passava sob as flores perfumadas.

Traído Amor e a Esperança,
Embevecidos,o céu de anil ficaram a fitar.
E como ambos estavam distraídos, não Sentiram alguém se aproximar.

"Aqui estou eu", falou uma voz dolente
Que também traduzia a ansiedade,
"Meu nome é triste - disse docemente - Mas é bem lindo, eu sou a Saudade.
- "Os corações, que tu Amor, feriste, Agora estão cansados de chorar".
- "Tu, Esperança, tanto os iludiste!...
Pra que foi que os fizeste em vão sonhar?"
-"Ficai! Que junto aos pobres desgraçados
Saberei preencher vosso lugar"

-"Eles hão de sorrir mais consolados;
Junto deles eu sempre hei de ficar".
-"E há de então repassar-lhes pela mente o passado, que outrora os fez sonhar.
-"Quem sabe se mais lindo e mais sorridente,
Porque com Saudade hão de evocar!"

Assim é a vida. Amamos e sentimos
A Esperança afagar o coração;
Porém bem cedo nos desiludimos.

Junto a nós Saudade fica então.
(Autora: Diléia Prado)

domingo, 8 de maio de 2011

sexta-feira, 6 de maio de 2011

FELICIDADES MIL

Um dia parei, pensei um pouco e vi,senti que aquilo que eu era para os outros eles não eram para mim.
Não havia reciprocidade de sentimentos.
Então eu comecei a procurar; a buscar alguém que idealizei naquilo que me faltava.
Busquei alguém que não tivesse só Sensibilidade Corporal; que tivesse Sensibilidade Espiritual também, alguém que soubesse se fazer importante e com isso me fazer importante também, que sentisse falta de mim...
Alguém que tivesse capacidade de lembrar momentos passados, não com tristezas, mas com alegrias, como se aqueles momentos ainda fossem acontecer; alguém que se ajudasse e se deixasse ajudar, alguém que soubesse ler e entender os olhos dos outros, que amasse o sol tanto quanto a lua e as estrelas.
Busquei alguém, alguém que soubesse admirar uma flor, que soubesse traduzir a mensagem que os pingos da chuva nos trazem, alguém que soubesse sonhar que fosse criança pelo menos um pouquinho; alguém que brincasse; que não escondesse suas emoções ao ouvir uma música; alguém que tivesse defeitos e virtudes, eu não queria nenhum modelo de perfeição.
Busquei alguém que me aceitasse tal qual sou, que tivesse idéias e lutasse por elas; alguém que falasse de si e também me ouvisse; alguém que tivesse espírito jovem e que o mesmo fosse contagiante.
Que procurasse sentir os outros em toda a sua essência.
Eu busquei alguém que fosse gente.
Eu busquei alguém que fosse humano.
Sei, eu busquei alguém que eu admiro e tenho um profundo sentimento.
E hoje desejo tudo de bom e que realmente você seja muito feliz.
Mil beijos.