sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Meus Pés Descalços (Sávio Assad)


Na estrada da vida, meus pés tocam o chão
As pedras e os espinhos perfuram minha carne
Mas sorridente caminho, à procura de minha paz.
Lágrimas rolam de meus olhos e umedecem o solo,
Germinando rosas perfumadas e coloridas, iluminando.
Agora sigo em passos largos, pois vislumbro o grande clarão.
O sol entra em meu coração e brilha no meu rosto
Já não sinto meus pés tocarem o solo, macios, eles caminham
Entre nuvens brancas ímpares e serena, elevando meu espírito.

Um comentário:

Sol Hoffmann disse...

Anis minha amada amiga
Saudades!!!!!!!!!!!1


Como gosto de estar aqui...
Sua presença em meu blog é uma benção e serás sempre muito bem vindo. Obrigada por seu carinho e saiba que a recíproca é verdadeira... Amo estar aqui. É um deleite.
Beijinhos de luz!!!
Sol Hoffmann